terça-feira, junho 22, 2021
Home Ambiente Governo orienta sobre riscos climáticos no cultivo de cevada

Governo orienta sobre riscos climáticos no cultivo de cevada

Manejo define produção de grãos para uso cervejeiro no país

Publicado nesta quinta-feira (29), o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para a cultura de cevada de sequeiro, ano-safra 2020/2021. Tem o objetivo de indicar períodos de menor risco para o plantio, reduzindo a probabilidade de ocorrerem problemas relacionados a eventos climáticos não desejáveis. Dessa forma, permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os tipos de solos.

A produção de cevada (Hordeum vulgare L.) com finalidade cervejeira é influenciada pelo clima, pelas características genéticas da cultivar e pelas práticas de manejo de cultivos adotadas. E o novo Zarc para a produção de cevada no Brasil para uso cervejeiro, sistemas sequeiro e irrigado, é um incentivo para mudar a realidade do cultivo desse cereal no Brasil.

Saiba mais: Cerca de 70 milhões de animais devem ser vacinados contra febre aftosa em novembro

Os pesquisadores identificaram potencial para a produção de cevada para uso cervejeiro em sistema de sequeiro no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e no sul de São Paulo. E cevada em sistema irrigado nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás e no Distrito Federal.

O estímulo ao cultivo de cevada para uso cervejeiro no Brasil é um dos papeis que esse novo Zarc poderá exercer, ao atuar como indutor de tecnologia de produção e facultar o acesso às políticas de crédito e seguro rural”, destaca o agrometeorologista da Embrapa, Trigo Gilberto Cunha.

O Zarc visou a identificação dos municípios aptos para o cultivo desse cereal naquelas Unidades da Federação que, reconhecidamente, possuem aptidão potencial para a produção de cereais de estação fria em sistemas de produção grãos consolidados.

Saiba mais: Ministério da Agricultura desenvolve projeto para fomentar cultivo de lúpulo

No sistema de produção em sequeiro, foram avaliados os riscos para a incidência de geada no decêndio do espigamento e a análise do risco de deficiência hídrica conforme o tipo de solo, considerando as fases críticas de estabelecimento da cultura no campo (fase I) e durante o enchimento dos grãos (fase III).

Os ambientes considerados com aptidão para o cultivo de cevada para uso cervejeiro em sistemas irrigados foram definidos pelos contornos da estação de crescimento da cultura caracterizada por ausência ou pouca chuva, não desconsiderando o risco de geadas.

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Nestes dois programas é obrigatório seguir as recomendações do Zarc.

Muitos agentes financeiros só permitem o acesso ao crédito rural para cultivos em áreas zoneadas e para o plantio de cultivares indicadas nas portarias de zoneamento.

Produção

O Brasil possui uma indústria de malteação instalada com capacidade de produzir aproximadamente 700 mil toneladas de malte por ano. Contudo, ao redor de 50% desta produção é concretizada com cevada produzida no país e a outra metade com cevada importada.

O consumo nacional anual de malte é estimado em 1,4 milhões de toneladas. Ou seja, o Brasil produz apenas a metade do malte que consome e, da metade que produz, apenas metade é com cevada nacional.

Diversas instituições de pesquisa e fomento têm trabalhado na busca pela autossuficiência em produção de cevada e malte no Brasil desde os anos de 1970. Levantamentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicam que na safra atual foram cultivados 102,5 mil hectares apenas no sul do país, com rendimento médio de 3.900 kg/ha, atingindo uma produção nacional de 403 mil toneladas.

Aplicativo Plantio Certo

Produtores rurais e outros agentes do agronegócio podem acessar através de tablets e smartphones, de forma mais prática, as informações oficiais do Zarc, facilitando a orientação quanto aos programas de política agrícola do governo federal. O aplicativo móvel Zarc Plantio Certo, desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas/SP), está disponível nas lojas de aplicativos: iOS e Android

Os resultados do Zarc também podem ser consultados e baixados por meio da plataforma “Painel de Indicação de Riscos

Popular

Olimpíada de Tóquio está confirmada mesmo com piora da covid-19 no Japão

A chefe da Olimpíada de Tóquio, Seiko Hashimoto, disse nesta sexta-feira (16) que o Japão está comprometido a realizar Jogos seguros no verão local,...

OMS: taxa de infecção por covid-19 está próxima do valor mais alto

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse hoje (16) que o número de novos casos de covid-19 por semana, em...

1,5 milhão de brasileiros estão com segunda dose da vacina contra covid-19 atrasada

Cerca de 1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina contra a covid-19 atrasada. O dado foi trazido nesta terça-feira (13)...

Caixa inicia pagamento do auxílio emergencial a nascidos em abril

Trabalhadores informais nascidos em abril começam a receber hoje (13) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a...