quarta-feira, julho 6, 2022
HomeSaúdeSaiba tudo sobre a síndrome de Tourette

Saiba tudo sobre a síndrome de Tourette

Síndrome de Tourette é uma doença neurológica que afeta o emocional das pessoas

A síndrome de Tourette é uma doença neurológica que afeta emocionalmente as pessoas, levando elas a terem atos impulsivos, repetidos e frequentes, mais conhecidos como tiques. Esses tiques começam a surgir por volta dos 5 e 7 anos, ficando mais intensos entre os 8 e 12 anos.

No começo são movimentos simples, por exemplo, movimentar as mãos e braços ou piscar os olhos, mas com o tempo vão se agravando. Com o agravamento, os tiques podem se tornar palavras repetidas, movimentos mais bruscos e até mesmo sons diferentes, como grunhir, gritar, latir e falar palavrões.

Algumas pessoas conseguem controlar e até mesmo se livrar desses tiques após a adolescência. Mas aqueles que não conseguem, apresentam dificuldades em suprir os tiques, principalmente em situações de estresse emocional, dificultando a vida social no trabalho e com amigos, por exemplo.

Quais os principais sintomas da síndrome de Tourette?

Os principais sintomas da síndrome de Tourette são tiques motores, como piscar os olhos, inclinar a cabeça, encolher os ombros, tocar no nariz, fazer caretas, chutes, sacudir o pescoço, bater no peito, fazer gestos obscenos e movimentar os dedos das mãos. 

Além disso, há os tiques vocais, que são:

  • Soluçar;
  • Guitar;
  • Xingamentos;
  • Gemer,
  • Cacarejar;
  • Cuspir;
  • Uivar;
  • Limpar a garganta;
  • Usar diferentes tons de voz;
  • Repetir palavras ou frases.

Geralmente, os primeiros sintomas são percebidos pelos professores, que percebem comportamentos estranhos nos alunos. Mesmo as pessoas que não conseguem controlar ou se livrar dos tiques na vida adulta, tendem a desaparecer durante o sono, durante o uso de bebidas alcoólicas ou durante uma atividade que exige concentração.

Por outro lado, podem se intensificar diante de situações de excitação, cansaço, estresse ou ansiedade. 

O que causa a síndrome de Tourette?

Ainda não se sabe a causa específica da síndrome de Tourette, mas até o momento os médicos acreditam que a doença tem ligação genética. Além disso, existem relatos de pessoas que adquiriram a síndrome após um traumatismo craniano. 

Como é feito o diagnóstico e o tratamento?

O diagnóstico da síndrome de Tourette é feito por médicos especialistas, que observam o padrão dos movimentos, que acontecem várias vezes ao dia e praticamente todos os dias, pelo menos por um ano.

Para identificar a doença não é necessário realizar nenhum exame, mas em alguns casos o médico pode solicitar alguns, por exemplo, ressonância magnética ou tomografia computadorizada, para verificar se pode ser outra doença neurológica com sintomas semelhantes.

A síndrome não tem cura, mas com um tratamento adequado pode ser controlada. O tratamento é feito com orientação e supervisão de um neurologista, e é iniciado apenas quando a doença começa a afetar a vida da pessoa ou oferecer algum perigo.

Nesses casos, o tratamento pode ser realizado com:

  • Topiramato: medicamento que ajuda a controlar tiques leves ou moderados, existindo obesidade associada;
  • Antipsicóticos típicos, como haloperidol ou pimozida e ou atípicos, como aripiprazol, ziprasidona ou risperidona;
  • Injeções de Botox: usadas em tiques motores para paralisar o músculo afetado pelos movimentos, reduzindo o surgimento dos tiques;
  • Remédios inibidores adrenérgicos, como Clonidina ou Guanfacina, que ajudam a controlar sintomas comportamentais, por exemplo, impulsividade e ataques de raiva.

Gostou desse artigo? Então, confira o nosso artigo sobre a síndrome de Borderline!

Popular