terça-feira, abril 20, 2021
Home Esportes Racismo contra jogadores na Europa assusta UEFA

Racismo contra jogadores na Europa assusta UEFA

Jogador do Borussia Dortmund e brasileiro do Manchester United foram alvos de ofensas

A UEFA, entidade responsável por gerir o futebol na Europa, tem tido problemas recorrentes com o racismo praticado contra jogadores nos mais diversos campeonatos gerenciados pela entidade. Os casos se acumulam, mas a organização não tem dado repostas efetivas sobre o tema, com punições, por exemplo.

Dois casos no fim de semana voltaram a chocar o mundo esportivo. E não estamos falando de campeonato pequenos ou de jogos sem importância. As ofensas raciais contra atletas negros acontecem nos maiores campeonatos do mundo, com clubes estruturados e apoiados por milhões de torcedores.

O meia inglês Jude Bellingham, que atua no Borussia Dortmund, da Alemanha, foi alvo de ofensas racistas no Instagram após o empate por 2 a 2 de sua equipe com o Colônia, no último sábado, pela 26ª rodada do Campeonato Alemão.

Bellingham compartilhou uma captura de tela, com emojis racistas e comentários depreciativos sobre sua mãe enviados a ele, com a legenda “apenas mais um dia nas redes sociais”.

O Dortmund, o Colônia, o Birmingham City (ex-clube de Bellingham) e a seleção inglesa manifestaram apoio ao jogador de 17 anos.

“Continuamos enojados pelo abuso discriminatório ao qual nossos jogadores (e outros) são sujeitos na internet”, escreveu o selecionado da Inglaterra em sua conta no Twitter.

Racismo na Inglaterra

Na Terra da Rainha, o alvo foi o meio-campo Fred do Manchester United. O atleta, que já vestiu a camisa da seleção brasileira, foi alvo de comentários racistas neste domingo (21), em sua conta no Instagram. Nas mensagens, ele foi chamado de macaco e ironizado com emojis deste animal.

O brasileiro, que tem sido titular na equipe inglesa com frequência, foi criticado pela atuação na derrota da equipe inglesa contra o Leicester. Ele errou no lance do primeiro gol do adversário, que venceu por 3 a 1 e eliminou o United nas quartas de final da Copa da Inglaterra.

O brasileiro não é o primeiro atleta do clube alvo de ofensas racistas. Os atacantes Marcus Rashford e Anthony Martial, jovens atletas e tidos como revelações do futebol mundial, também receberam mensagens com ofensas semelhantes nas redes sociais ao longo das últimas semanas.

Segundo a assessoria de imprensa de Fred, ele deve se pronunciar nesta segunda-feira (22). O Manchester United monitora as mensagens para tomar as medidas que considerar cabíveis.

As mensagens apareceram três dias depois que o meia finlandês Glen Kamara, de ascendência de Serra Leoa, acusou o defensor tcheco Ondrej Kudela de lhe dizer “você é um macaco e você sabe disso” durante partida entre Rangers (ESC) e Slavia Praga, em Glasgow, pela Liga Europa.

Kudela nega ter feito a ofensa, mas outros jogadores do Rangers afirmam tê-la escutado.

Popular

Olimpíada de Tóquio está confirmada mesmo com piora da covid-19 no Japão

A chefe da Olimpíada de Tóquio, Seiko Hashimoto, disse nesta sexta-feira (16) que o Japão está comprometido a realizar Jogos seguros no verão local,...

OMS: taxa de infecção por covid-19 está próxima do valor mais alto

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse hoje (16) que o número de novos casos de covid-19 por semana, em...

1,5 milhão de brasileiros estão com segunda dose da vacina contra covid-19 atrasada

Cerca de 1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina contra a covid-19 atrasada. O dado foi trazido nesta terça-feira (13)...

Caixa inicia pagamento do auxílio emergencial a nascidos em abril

Trabalhadores informais nascidos em abril começam a receber hoje (13) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a...