Qual a especiaria mais cara do mundo?

o açafrão é a especiaria mais cara do mundo

O açafrão é um dos temperos mais cobiçados no mercado e uma das especiarias mais cara do mundo

A especiaria mais cara do mundo é o açafrão, um ingrediente que se caracteriza pela sua cor alaranjada. Muito usado na gastronomia ao redor do mundo, o ingrediente é produzido por meio da secagem dos pistilos alaranjados da flor Crocus sativus.

Por que o açafrão é tão caro?

O cultivo da planta não é trabalhoso, mas a sua extração requer muito trabalho, cuidado e dedicação. Por esse processo ser tão minucioso, o açafrão já chegou a valer mais que o ouro. 

Além disso, a quantidade de flores necessárias para conseguir 1kg do tempero é outro motivo que justifica seu valor elevado. É preciso aproximadamente de 150 mil flores para obter 1kg de açafrão. 

Quanto custa o açafrão?

Um quilo de açafrão pode chegar a custar cerca de R$70 mil. No Brasil, o tempero custa em torno de R$70 a grama. De fato, o ingrediente possui um valor altíssimo e sua produção está basicamente restrita ao Leste asiático. 

Qual a origem do açafrão?

Originalmente o açafrão surgiu no Leste asiático e ganhou popularidade no Oriente Médio. A especiaria mais cara do mundo é muito antiga, e inicialmente, era utilizada como remédio pelas pessoas. 

O açafrão era usado para combater dores musculares, insônia, ressacas e doenças gastrointestinais, entre outros. Após isso, também começou a ser utilizado como corante por Leonardo da Vinci, considerado um dos maiores gênios e artistas de todo o mundo. 

O ingrediente chegou até mesmo a ser usado como estimulante sexual, mas foi na cozinha que se destacou. Sendo, atualmente, vendido em supermercados e lojas especializadas em temperos 

A produção do açafrão é dominada no mercado por países específicos. A Espanha é o maior deles, seguido de outros produtos, como Irã, Índia, Grécia, Turquia e a Itália que possui a trufa mais cara do mundo.

Por ser muito utilizado na culinária, os chefs espalhados ao redor do mundo sempre estão em constante questionamento e análise de qual produtor faz o melhor açafrão para o consumo.

Outras especiarias mais cara do mundo

Vagem de Baunilha

A Baunilha é nativa do México e alcançou outros continentes após a colonização espanhola. Sendo a segunda especiaria mais cara do mundo, a Baunilha é extraída do grão da vagem e possuiu dois tipo:

  • Bourbon: caracterizada com aroma mais forte e usada na alimentação;
  • Taiti: caracterizada pelo aroma mais floral e sendo a preferida entre os chefs da gastronomia.

Cardamomo

Muito utilizada na culinária indiana, a Cardamomo já foi utilizada para inúmeras finalidades, como para limpar os dentes pelos nativos egípcios, como perfume pelos gregos e romanos, como estimulantes pelos árabes e para combater a obesidade pelos antigos índios. 

No mundo da medicina, a especiaria pode ser usada para auxiliar a digestão, refrescar a respiração e acalmar infecções. Na culinária, o Cardamomo em pratos, como arroz, sopas, bebidas, sobremesas, pastelaria e caril.

Sumac – Sumagre

O Sumac teve origem no Oriente Médio e pode ser um substituto do limão, por sua acidez. Por isso, é um ótimo tempero para refeições que não podem levar o limão no preparo e até mesmo para refeições comuns, como carnes, peixes, saladas e massas.

Alho Negro

O Alho Negro consiste em uma alho envelhecido e sua cor escura ocorre devido ao tempo de preparo que requer. Muito utilizado na gastronomia asiática, esse ingrediente apresenta um sabor mais adocicado, que pode ser compara com o sabor da cana de açúcar.

Esse tempero pode ser usado em situações específicas, como no preparo de carnes grelhadas e cebolas mais adocicadas e fritas.

Com informações do G1.