sexta-feira, setembro 24, 2021
Home Nacional Governo lança projeto que levará internet e energia elétrica a ribeirinhos

Governo lança projeto que levará internet e energia elétrica a ribeirinhos

Projeto ‘Abrace o Marajó’ lançado hoje, promete trazer acessibilidade e mais de 100 iniciativas ao município paraense

A população do arquipélago do Marajó (PA) terá acesso à internet, energia elétrica e será beneficiada por outras 108 iniciativas previstas no plano de ação do programa Abrace o Marajó. O planejamento que será executado até 2023 foi entregue pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), nesta sexta-feira (9).

A cerimônia de lançamento das ações ocorreu no município marajoano de Breves (PA) e contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Também estiveram presentes os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, de Comunicações, Fábio Faria, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Saiba mais: Governo libera R$ 17 milhões para obras de saneamento em nove estados

As ações do plano são voltadas à geração de empregos e promoção da melhoria da dignidade, da educação e da saúde da população da região. O programa é coordenado pelo MMFDH e hoje conta com a parceria de diversos outros órgãos e instituições para a realização das ações previstas.

Ações

O plano que será implementado em até três anos prevê a implantação de rede de comunicação para levar banda larga e conectividade 4G e 5G para o arquipélago com eficiência e segurança. A iniciativa será concretizada por meio de uma parceria do Ministério das Comunicações com o Governo do Pará.

Outra ação chamada Mais Luz para a Amazônia, do Ministério de Minas e Energia (MME), vai disponibilizar o serviço público de energia elétrica nas comunidades isoladas do Marajó por meio de sistemas de geração de fontes renováveis. A medida deve beneficiar cerca de 10 mil novos consumidores de energia com fontes alternativas.

Saiba mais: Bombeiros são enviados para combate a incêndios no Pantanal

“É com muita alegria que me junto à equipe do governo para trazer esse importante programa para a Ilha do Marajó e para toda a Amazônia. Serão atendidas mais de 400 mil pessoas, mais de 80 mil famílias. Só no Marajó serão 42 mil pessoas beneficiadas. São investimentos de R$ 3 milhões. É um dia especial para o Marajó e para o Brasil”, declarou Bento Albuquerque no ato.

Além do ministro de Minas e Energia, assinaram o termo de autorização para a implementação de obras do programa Mais Luz para a Amazônia , o presidente da República, a ministra Damares Alves e o presidente da empresa Equatorial Energia, Augusto Miranda.

Ouvidoria Itinerante

Durante a cerimônia, a ministra também destacou uma ação do plano que já está sendo realizada, o projeto Ouvidoria Itinerante. A iniciativa da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) utilizará as agências-barcos da Caixa para levar o Disque 100 e o Ligue 180 até os ribeirinhos de municípios do arquipélago da Ilha do Marajó (PA) e do estado do Amazonas (AM). Leia mais.

“Hoje nós inauguramos essa iniciativa. Dentro do barco da Caixa tem uma sala com servidores da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH). O Disque 100 e o Ligue 180 estão no barco para protegermos as crianças e mulheres. Vou dar o recado: abusadores, acabou para vocês no Marajó!”, declarou Damares.

Auxílio emergencial

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, também fizeram parte da comitiva em Breves. Eles mostraram os números do auxílio-emergencial que o governo disponibilizou para a população em razão da pandemia do novo coronavírus. Pouco antes, o próprio presidente da República realizou um dos atendimentos para o fornecimento do auxílio emergencial na Agência-Barco Ilha do Marajó (PA).

O programa

Criado pelo Governo Federal em março deste ano, o programa busca o desenvolvimento socioeconômico dos 16 municípios que compõem a Ilha do Marajó (PA). As ações são uma resposta estratégica para a recuperação da dignidade humana da população marajoense.

O Marajó possui cerca de 550 mil habitantes. É o maior arquipélago flúvio-marítimo do planeta. Formado por cerca de 2.500 ilhas e ilhotas, tem potencial de desenvolvimento e crescimento, mas, atualmente, conta com oito municípios na lista daqueles com pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil.

Popular

Quem é Millie Bobby Brown?

Millie Bobby Brown é uma atriz e cantora britânica nascida na Espanha Nascida no dia 19 de fevereiro de 2004, em Marbella, localizada na Espanha,...

Confira o resultado da Federal do sábado (4)

O último resultado da Federal saiu no sábado, dia 4 de setembro O resultado da Loteria Federal do Concurso 5564 foi disponibilizado na noite do...

Fomento mercantil: o que é e qual o objetivo

Fomento mercantil é uma prática para pequenas e médias empresas O fomento mercantil ou comercial e como também é conhecido, factoring é um prática de...

Conheça os 9 melhores sites de emprego

Com a internet sites de emprego se tornaram populares entre profissionais sem ocupação. Confira os melhores sites de emprego no Brasil Uma das coisas mais...

Veja mais de 30 marcas que testam em animais

Marcas que testam em animais ganham visibilidade negativa na mídia  Os testes em animais não é algo recente e muitas marcas de cosméticos têm essa...

Caso Evandro vira podcast e série documentário

O caso Evandro aconteceu em abril de 1992 em Guaratuba no Paraná Em 1992, no dia 6 de abril, em Guaratuba, no litoral do Paraná,...

Palmeiras na Libertadores: elimina São Paulo e está na semifinal

Palmeiras na Libertadores continua a ser sinónimo de sucesso. O clube se tornou o primeiro time brasileiro nas semifinais da atual edição...

5 criptomoedas promissoras de 2021

Confira quais as criptomoedas promissoras do ano que valem seu investimento Nos últimos anos, um novo tipo de dinheiro entrou em cena, as chamadas criptomoedas...