segunda-feira, dezembro 6, 2021
Home Nacional Partidos mantêm obstrução e sessão da Câmara é cancelada novamente

Partidos mantêm obstrução e sessão da Câmara é cancelada novamente

Rodrigo Maia pede responsabilidade aos partidos para acabar com a obstrução

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu nesta terça-feira (27) responsabilidade aos partidos da base do governo para acabar com a obstrução no plenário. No entanto, mesmo após o apelo, a sessão foi cancelada com a manutenção da obstrução dos trabalhos.

“Espero que a responsabilidade prevaleça. Se o governo não tem interesse nessas medidas provisórias, eu não tenho o que fazer. Eu pauto, a base obstrui e eu cancelo a sessão”, disse.

Saiba mais: Governo aprova plano de ação do projeto do trem BH-Brumadinho

Desde o início deste mês, partidos da base governista e da oposição têm obstruído e inviabilizado as votações. Nova sessão ficou marcada para o dia 3 de novembro.

Não sou eu que estou obstruindo, mas a base do governo. O governo não tem interesse nessas medidas provisórias, eu não tenho o que fazer. Eu pauto, a base obstrui e cancela a sessão. Infelizmente é assim. Espero que quando nós tivermos que votar a PEC Emergencial e a [reforma] tributária, que o governo tenha mais interesse e que a própria base tire a obstrução da pauta da Câmara”.

Saiba mais: Governo investe R$ 280,6 mi para ampliar oferta de água no Rio Grande do Norte

Parlamentares da base do governo querem evitar a votação da MP 1000/20, que prorroga o auxílio emergencial até dezembro com o valor de R$ 300 mensais. Os partidos de oposição também fazem obstrução para que o texto seja votado e, dessa forma, restabelecer o valor de R$ 600 até o final do ano.

Orçamento

Os partidos da base aliada também integraram a obstrução aos trabalhos do plenário por falta de acordo para instalação da Comissão Mista de Orçamento (CMO). Desde setembro, congressistas tentam acordo sobre a distribuição de vagas entre os deputados.

“Tem acordo feito em fevereiro. Se o acordo não for cumprido fica difícil a CMO funcionar. É problema do governo. A CMO funciona por acordo. Ela não funcionava com obstrução sistemática, não funcionou em governo nenhum”, ressaltou Maia.

Até o momento, não há data para a eleição do presidente do colegiado e para a indicação dos relatores dos projetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLN 9/2020) e da Lei Orçamentária Anual (PLN 28/2020).

Rodrigo Maia disse que um acordo está sendo construído para que as comissões possam voltar a funcionar. Em virtude da pandemia da covid-19, as atividades das comissões estão suspensas desde março.

Vacina

O presidente da Câmara voltou a defender o diálogo para garantir a autorização e distribuição de vacinas contra a covid-19, após a aprovação pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na avaliação de Maia, a decisão sobre a obrigatoriedade da vacina não deve ser tomada pelo Judiciário.

“Acho que o Poder Executivo e o Poder Legislativo precisam encontrar um caminho. Nós não devemos deixar um espaço aberto para que o Supremo [Tribunal Federal] decida e depois o Legislativo e o Executivo reclamem de um ativismo do Judiciário. Já disse nos últimos dias que devemos sentar e encontrar uma solução para esses problemas. […] A questão da vacina depende da Anvisa, não depende de nenhum de nós”, defendeu.

Constituinte

O parlamentar disse ainda que não é o momento de rediscutir a Constituição brasileira. No domingo (25), por amplo apoio popular, os chilenos decidiram descartar a atual Constituição do país, da era do ditador Augusto Pinochet, em favor de uma nova Carta, que será escrita pelos cidadãos.

“Está se misturando histórias distintas. A história do Chile é uma, a nossa é outra. Nós temos uma Constituição construída num processo sem violência. Acho que o nosso papel não é esse, existem problemas, mas não fazer uma ruptura institucional. Nosso papel é continuar fazendo as reformas”, argumentou.

Ontem (26), o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), disse que a atual Constituição, promulgada em 1988, tornou o Brasil ingovernável. Para o deputado, o contribuinte não tem como suportar todos os direitos consolidados no texto.

Popular

Matheus Cunha, Vini Jr e Raphinha dominam seleção e ganham espaço com Tite

Jovens desbancam jogadores consagrados para ocuparem lugar de destaque na equipe um ano antes da Copa do Mundo Faltando um ano para a Copa do...

Quem é Millie Bobby Brown?

Millie Bobby Brown é uma atriz e cantora britânica nascida na Espanha Nascida no dia 19 de fevereiro de 2004, em Marbella, localizada na Espanha,...

Confira o resultado da Federal do sábado (4)

O último resultado da Federal saiu no sábado, dia 4 de setembro O resultado da Loteria Federal do Concurso 5564 foi disponibilizado na noite do...

Fomento mercantil: o que é e qual o objetivo

Fomento mercantil é uma prática para pequenas e médias empresas O fomento mercantil ou comercial e como também é conhecido, factoring é um prática de...

Conheça os 9 melhores sites de emprego

Com a internet sites de emprego se tornaram populares entre profissionais sem ocupação. Confira os melhores sites de emprego no Brasil Uma das coisas mais...

Veja mais de 30 marcas que testam em animais

Marcas que testam em animais ganham visibilidade negativa na mídia  Os testes em animais não é algo recente e muitas marcas de cosméticos têm essa...

Caso Evandro vira podcast e série documentário

O caso Evandro aconteceu em abril de 1992 em Guaratuba no Paraná Em 1992, no dia 6 de abril, em Guaratuba, no litoral do Paraná,...

Palmeiras na Libertadores: elimina São Paulo e está na semifinal

Palmeiras na Libertadores continua a ser sinónimo de sucesso. O clube se tornou o primeiro time brasileiro nas semifinais da atual edição...