terça-feira, março 9, 2021
Home Ambiente Bolsonaro inaugura nova etapa do Sistema do Pajeú, no Pernambuco

Bolsonaro inaugura nova etapa do Sistema do Pajeú, no Pernambuco

A primeira estrutura do sistema abastecerá mais de 100 mil pessoas da região do sertão do estado

O presidente Jair Bolsonaro inaugurou nesta quinta-feira (1º) a primeira fase da segunda etapa do Sistema do Pajeú, em São José do Egito (PE) — obra que deve levar as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco para outras áreas do sertão pernambucano.

A estrutura abastecerá mais de 100 mil pessoas da região com a água do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Nessa etapa do empreendimento foram investidos R$ 245 milhões do Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs). Entre 2019 e 2020, os repasses totalizaram R$ 12,7 milhões. São 193,4 quilômetros com sete estações de bombeamento e sete reservatórios apoiados.

Veja mais: Liminar que restabelece proteção a manguezais e restingas, causa comemoração no Senado

A água da Adutora do Pajeú é captada no Eixo Leste, na cidade de Sertânia, e distribuída para os municípios de Carnaubeira da Penha, São José do Egito, Tuparetama e Itapetim, em Pernambuco, e Princesa Isabel, na Paraíba.

Na cerimônia de inauguração, o presidente ressaltou a importância da água, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste. “Isso é vital para nós. A gente vê no semblante do nordestino quando chega água, parece que ele ganhou na Mega Sena. E é verdade, ganhou sim.”, afirmou.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os investimentos em obras hídricas no sertão pernambucano trazem tranquilidade e a possibilidade de desenvolvimento para os moradores das regiões beneficiadas. “As pessoas não vão mais precisar de carro pipa nem vão mais se servir de água que não é adequada para o consumo humano”, observou.

Veja mais: Governo Federal lança o Floresta+ Carbono como reforço para preservação do meio ambiente

Ramal do Agreste

Bolsonaro também esteve em Sertânia, onde visitou obras do Ramal do Agreste — lá, as obras estão 70,6% prontas. Ele ainda ouviu explicações sobre o funcionamento da estação de bombeamento que vai atender 68 cidades e mais de 2,2 milhões de habitantes.

O Ramal do Agreste fica no norte de Pernambuco e tem 70,8 quilômetros de extensão, com uma capacidade de vazão de 8 mil litros por segundo. A obra recebeu mais de R$ 904,7 milhões do Governo Federal desde o início de 2019. No total, está orçada em R$ 1,67 bilhão e conta com cerca de 2,6 mil trabalhadores e 580 equipamentos.

Sobrevoo à Barragem

O presidente sobrevoou ainda a Barragem de Ingazeira, no semiárido pernambucano. Concluída em 2019, a barragem contou com investimentos de R$ 73,1 milhões federais e tem capacidade para atender até 50 mil pessoas.

Ao abrir a comporta, a Barragem de Ingazeira irá perenizar o rio Pajeú e levará água também para a Barragem de Afogados de Ingazeira. Dali, ela seguirá para Serra Talhada e posteriormente para a Floresta, onde o rio Pajeú desemboca no São Francisco e termina no mar.

Popular

Início do Brasil nas Eliminatórias superou as expectativas, afirma técnico Tite

Para o técnico da seleção brasileira, Tite, o início da equipe nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar (2022) superou as...

Desfalcados e molhados, Corinthians e Palmeiras não saem do empate

O primeiro Derby Paulistano pela temporada 2021 acabou empatado. Na noite desta quarta-feira (3), debaixo de muita chuva, Corinthians e Palmeiras ficaram no 2...

Em meio à pandemia, atividade econômica cresce no Norte e Centro-Oeste

Mesmo em meio à pandemia de covid-19, que provocou a redução da atividade econômica em todo o país, as regiões Norte e Centro-Oeste registraram...

Estudo revela tamanho da desigualdade de gênero no mercado de trabalho

Levantamento divulgado hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que 54,5% das mulheres com 15 anos ou mais integravam a força de...