segunda-feira, dezembro 6, 2021
Home Economia Índice Geral de Preços sobe 3,68% em outubro, diz FGV

Índice Geral de Preços sobe 3,68% em outubro, diz FGV

Índice de preços acumula inflação de 19,02% no ano e de 22,12% em 12 meses

Divulgação dos dados feita nesta sexta-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Economia da FGV mostra que o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 3,68% em outubro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando havia registrado taxa de 3,30%. Com este resultado, o índice acumula alta de 19,02% no ano e de 22,12% em 12 meses.

“O aumento médio de 6,78% nos preços das matérias-primas brutas permanece como fonte de maior influência no IPA, índice de maior peso no IGP. O aumento dos preços de commodities importantes vem sustentando repasses na cadeia produtiva que estão contribuindo para aceleração de bens intermediários (3,21% para 4,43%) e bens finais (2,74% para 2,95%).”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

Saiba mais: Pesquisa: 57% dos servidores públicos preferem trabalho presencial em regime escalonado

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 4,86% em outubro, ante 4,38% em setembro. Na análise por estágios de processamento, a taxa do grupo Bens Finais subiu de 2,74% em setembro para 2,95% em outubro.

O principal responsável por este avanço foi o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 2,86% para 11,05%. O índice de Bens Finais (ex), que resulta da exclusão de alimentos in natura e combustíveis para o consumo, variou 2,19% em outubro, contra 2,97% em setembro.

A taxa do grupo Bens Intermediários passou de 3,21% em setembro para 4,43% em outubro. O principal responsável por este avanço foi o subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, cuja taxa passou de -4,25% para 1,77%. O índice de Bens Intermediários (ex), calculado após a exclusão de combustíveis e lubrificantes para a produção, subiu 4,78% em outubro, ante 4,30% no mês anterior.

Saiba mais: IBGE: Inflação avança 0,86% em outubro, maior alta para o mês desde 2002

O estágio das Matérias-Primas Brutas subiu 6,78% em outubro. Em setembro, a taxa havia sido de 6,77%. Contribuíram para o movimento da taxa do grupo os seguintes itens: soja em grão (12,88% para 15,82%), milho em grão (10,31% para 17,32%) e algodão em caroço (7,27% para 19,47%). Em sentido oposto, vale citar arroz em casca (33,06% para 2,61%), leite in natura (9,46% para 2,63%) e bovinos (8,43% para 5,43%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou 0,65% em outubro, após subir 0,82% em setembro. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação: Educação, Leitura e Recreação (3,19% para 1,81%), Transportes (0,78% para 0,40%), Habitação (0,48% para 0,28%), Alimentação (1,81% para 1,69%) e Despesas Diversas (0,24% para 0,03%).

Nestas classes de despesa, vale mencionar o comportamento dos itens: passagem aérea (39,62% para 16,35%), gasolina (2,13% para 0,48%), equipamentos eletrônicos (0,89% para -0,36%), laticínios (3,76% para 0,43%) e alimentos para animais domésticos (2,03% para 0,37%).

Em contrapartida, os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (-0,53% para 0,03%), Vestuário (0,01% para 0,21%) e Comunicação (0,03% para 0,08%) apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. Estas classes de despesa foram influenciadas pelos seguintes itens: plano e seguro de saúde (-2,40% para 0,00%), roupas (-0,03% para 0,17%) e tarifa de telefone residencial (0,39% para 1,61%).

Núcleo do IPC e Índice de Difusão

O núcleo do IPC registrou taxa de 0,17% em outubro, ante 0,22% no mês anterior. Dos 85 itens componentes do IPC, 41 foram excluídos do cálculo do núcleo. Destes, 15 apresentaram taxas abaixo de 0,00%, linha de corte inferior, e 26 registraram variações acima de 0,65%, linha de corte superior.

O índice de difusão, que mede a proporção de itens com taxa de variação positiva, ficou em 62,58%, 6,13 pontos percentuais abaixo do registrado em setembro, quando o índice foi de 68,71%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 1,73% em outubro, ante 1,16% no mês anterior. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de setembro para outubro: Materiais e Equipamentos (3,08% para 4,15%), Serviços (0,24% para 0,27%) e Mão de Obra (0,00% para 0,26%).

Popular

Matheus Cunha, Vini Jr e Raphinha dominam seleção e ganham espaço com Tite

Jovens desbancam jogadores consagrados para ocuparem lugar de destaque na equipe um ano antes da Copa do Mundo Faltando um ano para a Copa do...

Quem é Millie Bobby Brown?

Millie Bobby Brown é uma atriz e cantora britânica nascida na Espanha Nascida no dia 19 de fevereiro de 2004, em Marbella, localizada na Espanha,...

Confira o resultado da Federal do sábado (4)

O último resultado da Federal saiu no sábado, dia 4 de setembro O resultado da Loteria Federal do Concurso 5564 foi disponibilizado na noite do...

Fomento mercantil: o que é e qual o objetivo

Fomento mercantil é uma prática para pequenas e médias empresas O fomento mercantil ou comercial e como também é conhecido, factoring é um prática de...

Conheça os 9 melhores sites de emprego

Com a internet sites de emprego se tornaram populares entre profissionais sem ocupação. Confira os melhores sites de emprego no Brasil Uma das coisas mais...

Veja mais de 30 marcas que testam em animais

Marcas que testam em animais ganham visibilidade negativa na mídia  Os testes em animais não é algo recente e muitas marcas de cosméticos têm essa...

Caso Evandro vira podcast e série documentário

O caso Evandro aconteceu em abril de 1992 em Guaratuba no Paraná Em 1992, no dia 6 de abril, em Guaratuba, no litoral do Paraná,...

Palmeiras na Libertadores: elimina São Paulo e está na semifinal

Palmeiras na Libertadores continua a ser sinónimo de sucesso. O clube se tornou o primeiro time brasileiro nas semifinais da atual edição...