terça-feira, novembro 29, 2022
HomeVariedadesGloboplay transmitirá Copa do Mundo de 2022 em alta resolução - confira

Globoplay transmitirá Copa do Mundo de 2022 em alta resolução – confira

A Copa do Mundo de 2022, realizada no Catar, está cada vez mais próxima – com a primeira partida agendada para o dia 20 de Novembro e a promessa de uma seleção brasileira revitalizada, novas tecnologias inovadoras e maior espaço para encontros sociais com o relaxamento da pandemia, milhares de torcedores estão se preparando para assistir cada jogo.

E se você está dentro dessa onda uma preocupação importante é como assistir às partidas: vale a pena comprar um novo modelo de televisão para a Copa? Qual tecnologia de tela é melhor? E será que assistir à Copa via streaming oferece algum benefício quando comparado à TV a cabo? Confira nossas dicas.

Streaming de futebol ao vivo

Os brasileiros já estão se acostumando a consumir esporte on-line, ao menos, é o que indica os resultados publicados pela ExpressVPN, do UFC ao futebol, já podemos encontrar diversas plataformas que oferecem transmissões de esportes ao vivo, mas será que a qualidade é suficiente?

A resposta para essa pergunta, ao menos quando estamos tratando do futebol, é com toda certeza sim. E mais, é possível que para a Copa do Mundo no Catar, o streamingseja a melhor opção em termos de qualidade e estabilidade. Isso porque a Globo, detentora principal dos direitos oficiais de transmissão, anunciou que oferecerá as partidas em resolução ultra HD (4K) diretamente para assinantes de sua plataforma de streaming, a Globoplay.

Embora normalmente a transmissão da emissora Globo na plataforma seja gratuita, para a Copa do Mundo os usuários precisarão realizar a assinatura paga do serviço, no plano anual ou mensal. Apesar disso, a proposta pode valer a pena: com o app é possível assistir aos jogos na TV, celular ou computador, usando redes Wi-Fi ou 4G/5G. Além disso, graças aos direitos de imagem, operadoras de TV convencionais não poderão transmitir as partidas com qualidade máxima, limitando-se ao sinal full HD (1080p) insuficiente para televisões de última geração.

Vale a pena investir em uma nova televisão?

Independentemente da plataforma escolhida para assistir às partidas, nada substitui a experiência de reunir amigos ou família para acompanhar o jogo em uma tela grande e vibrante. Por isso, empresas e varejistas costumam lançar diversas promoções em televisores durante os meses da Copa do Mundo, mas será que vale a pena investir em uma tela nova? As tecnologias de imagem avançaram consideravelmente entre a Copa de 2018 e nosso presente 2022, mas as preocupações e preços também variaram, por isso, se atente para os seguintes pontos ao escolher um novo modelo:

    • Tipo de painel: atualmente três tipos de painel dominam o mercado: as televisões de LCD/LED, que utilizam uma tela de cristal líquido e luz de fundo para criar as imagens, as telas de OLED que usam pixels orgânicos que emitem a própria luz, e as televisões de quantum dot ou QDLED, que combinam a tecnologia LCD com uma camada de pigmentos que filtram a luz. Em termos de qualidade de imagem, principalmente considerando o contraste, saturação de cores e estabilidade de imagem durante o esporte, as televisões de OLED são disparadamente as melhores opções – no entanto, apenas a LG oferece modelos de alta qualidade no mercado brasileiro, e apenas os modelos de 2021 e 2022 oferecem proteção contra o burn in, isto é, imagens congeladas ou queimadas na tela. As televisões de QDLED também são capazes de oferecer cores incríveis, e brilho superior às telas OLED, às custas de menor contraste e tempo de resposta. Por fim, televisores LED/LCD ainda são extremamente aceitáveis e possuem excelentes preços e modelos no mercado, no entanto, imagens em rápido movimento apresentam distorções e o contraste é bastante reduzido.
    • Sistema operacional: atualmente é desejável que as televisões sejam inteligentes, e assim como um smartphone, ofereçam um sistema com loja de aplicativos e recursos adicionais. Diversos modelos de marcas como Philco e TCL utilizam o Android TV (ou Google TV), versão do Android com interface e controle adaptados para televisões, o sistema oferece a maior variedade de aplicativos e integração com serviços como Google Home, Google Fotos e aparelhos Android via Chromecast. Televisores da Samsung utilizam o Tizen OS, sistema proprietário com uma variedade aceitável de aplicativos e integração profunda com celulares da Samsung e dispositivos SmartThings, no entanto, o sistema frequentemente frustra os usuários graças aos anúncios obrigatórios inseridos na tela. Por fim, televisores da LG oferecem o WebOS, que possui os principais serviços de streaming mas peca na falta de variedade de aplicativos, mas compensa com recursos inteligentes como um controle remoto com mouse embutido e agilidade na interface.

Agora você já conhece as melhores formas de assistir à Copa do Mundo de 2022, e pode se preparar para vibrar com o Brasil em campo.

Popular