quarta-feira, julho 6, 2022
HomeSaúdeEntenda tudo sobre a síndrome de Borderline

Entenda tudo sobre a síndrome de Borderline

Saiba o que é, sintomas, causas e como tratar a Síndrome de Borderline

A  síndrome de Borderline, conhecida também como transtorno de personalidade limítrofe, se caracteriza pelas repentinas mudanças de humor, comportamentos impulsivos, por exemplo gastar dinheiro descontroladamente e comer compulsivamente, e o medo de ser abandonado pelos amigos.

Essa síndrome afeta em média 6% da população brasileira, muitas vezes são confundidas com pessoas bipolares e até esquizofrênicas, pois mesmo estando estáveis podem mudar de uma hora para outra, apresentando episódios de ira, ansiedade, depressão, etc.

Os sintomas começam na adolescência e se intensificam na vida adulta, e apesar com a familiaridade com a bipolaridade e esquizofrenia, a síndrome de Borderline possui duração e intensidade de emoções diferentes, sendo diagnosticada apenas por um profissional.

Quais as principais características da síndrome de Borderline?

As pessoas com síndrome de Borderline possuem medo de não conseguirem controlar as suas emoções. Por esse motivo, em situações de maior estresse, apresentam tendência de se tornarem irracionais, sendo preciso de ajuda de outras pessoas para ficarem estáveis. 

Mas de modo geral, as características mais comuns de pessoas com síndrome de Borderline são:

  • Dificuldade em aceitar críticas;
  • Medo de ser abandonado por amigos e familiares;
  • Irritabilidade e ansiedade que podem provocar ansiedade;
  • Instabilidade nas relações, podendo causar distanciamento;
  • Pensamentos e ameaças suicidas;
  • Sensação de solidão e de vazio interior.
  • Insegurança em si próprio e nos outros;
  • Impulsividade e dependência por jogos, gasto de dinheiro descontrolado, consumo exagerado de comida, uso de substâncias e, em alguns casos, não cumprindo regras ou leis;
  • Alterações do humor que podem durar horas ou dias, variando entre momentos de ira, depressão e ansiedade.

Quais as causas e consequências da síndrome de Borderline?

Ainda não são claras as causas do transtorno de personalidade limítrofe, mas de acordo com investigações estudos realizados, a síndrome pode ocorrer devido a predisposição genética e alterações no cérebro, em especial áreas que controlam as emoções e os impulsos.

As consequências podem ser emocionais e físicas, onde uma pode desencadear a outra. Em relação às emoções, as pessoas podem perder laços familiares e de amizades, gerando solidão. 

Além disso, conviver com outras pessoas pode ser difícil, por conta das alterações de humor, podendo provocar dificuldade em manter empregos e problemas financeiros. Todos esses fatores e outros podem acabar levando a tentativa de mutilação e até suicídio.

Como é feito o diagnóstico?

Para identificar a síndrome de Borderline é realizada uma descrição de comportamento, relatada pelo paciente e analisada por um psiquiatra ou psicólogo. Também são realizados exames fisiológicos, como hemograma e sorologia, para descartar outras doenças que podem explicar os sintomas e comportamentos do paciente.

Como é feito o tratamento?

O tratamento da síndrome de Borderline é iniciado por meio de sessões de psicoterapia, podendo ser individuais ou em grupo. Há dois tipos de psicoterapia usados no tratamento:

  • terapia comportamental dialética: usada mais com pessoas que tentaram o suicídio;
  • terapia cognitivo-comportamental: usada para reduzir as alterações de humor entre ânimo e ansiedade.

Por fim, também pode ser recomendado o uso de medicamentos no tratamento, mas não são muitos usados, por conta dos efeitos colaterais. Entre os principais remédios receitados estão: antidepressivos, calmantes e estabilizadores de humor.

Confira também o nosso artigo sobre como a pandemia afetou a saúde mental de crianças e jovens!

Popular