domingo, outubro 17, 2021
Home Variedades Enola Holmes, novo sucesso da Netflix

Enola Holmes, novo sucesso da Netflix

Irmã de Sherlock Holmes não aparece no romance policial de Conan Doyle; saiba quando e como ela foi criada

O novo sucesso da Netflix é “Enola Holmes”. ançado no dia 23 de setembro deste ano, a série apresenta Enola Holmes como a irmã de 16 anos do icônico detetive Sherlock Holmes. A obra intrigou os telespectadores, pelo simples fato de Enola não aparecer nos livros sobre o icônico detetive Sherlock. Nos livros criados por Conan Doyle, somente Mycroft Holmes (irmão mais velho), aparece.

O filme conta a história de uma jovem independente, aventureira e esperta chamada Enola Holmes – interpretada por Millie Bobby Brown, a Eleven de Stranger Things (série da Netflix) – que procura a mãe desaparecida Eudoria Holmes, interpretada por Helena Bonham Carter.

Saiba mais: Game dos Clones: o novo reality da Amazon com a Record

De início, logo após o sumiço da mãe, os dois irmãos mais velhos chegam na casa da família para cuidar da irmã e ajudar a procurar a mãe. Só que os irmãos de Enola, são ninguém menos que Sherlock Holmes, interpretado por Henry Cavill e Mycroft Holmes, interpretado por Sam Claflin.

O fato que causou alvoroço nas redes sociais, é que na história original de Sherlock Holmes, ele simplesmente não tem nenhuma irmã. O que pouca gente sabe, é que Enola Holmes foi criada por outra escritora, a norte-americana Nancy Springer. A autora escreve livros de fantasia, ficção e literatura para jovens adultos.

Saiba mais: Como a comida vai unir a fronteira de Brasil e Uruguai até domingo

Nancy Springer criou uma série de sobre Enola Holmes, intitulada “Os Mistérios de Enola Holmes”. Até hoje foram seis livros dessa série, que encantou o mundo. São eles, ”Enola Holmes: O Caso do Marquês Desaparecido”, publicado em 2006, é este o livro do filme da Netflix. “O Caso da Senhorita Canhota” (2007), “O Caso dos Buquês Bizarros” (2008), “O Caso do Estranho Leque Rosa” (2008), “O Caso da Crinolina Misteriosa” (2009) e “O Caso do Adeus Cigano” (2010).

Independência Feminina

O longa aborda muito a questão de independência feminina, tanto como é mostrada na criação de Enola, uma criação progressista e muito moderna para a época. E como a história, conta a luta pelos direitos sufragistas das mulheres na sociedade.

É narrado em primeira pessoa, pela própria protagonista Enola Holmes, e toda a narrativa é contada sobre a cosmovisão da jovem adolescente, ou seja, o seu ponto de vista. Enola vai contando ao público, sua percepção dos fatos que acontecem na trama. Durante o desenrolar do filme, ela até faz algumas pausas para conversar com a câmera, e explicar por meio de suas lembranças, quais ações pretenderá tomar.

Como o público alvo da trama, é focado em pré-adolescentes, todo seu enredo parte dessa premissa. O filme não tem apelos sexuais ou sem conotações sexuais, a linguagem é adequada para essa faixa-etária, não tem palavrões ou palavras torpes e muito menos violência excessiva, respeitando o público jovem e ótimo para assistir com a família.

Em todo o filme há brincadeiras e jogo de palavras palíndromo, que é quando uma frase ou palavra, pode-se ler da esquerda para a direita ou vice-versa.

No decorrer do filme, Enola se depara com o Marquês Tewksbury (Louis Partridge), que acaba embarcando no mesmo trem que a protagonista para fugir de sua família. O contraste da criação de ambos, destaca a independência e força de Enola. E quando menos se espera, a busca pela mãe fica em segundo plano, enquanto ela busca ajudar o novo amigo o Marquês Tewksbury.

A trama é de época, ocorre na Inglaterra, 1984. Todo o mistério do desaparecimento da mãe está relacionado as causas políticas deste período, em um movimento sufragista. Aborda fortes questões políticas, feministas, e a de busca de um caminho na vida, de maneria leve e empolgante.

Mas Sherlock existiu?

Dias após o lançamento do filme, uma thread viralizou na rede social do Twitter e fez com que os internautas fossem à loucura. Nela uma menina conta que ficou estarrecida ao saber que o detetive mais famoso da história, na realidade não existe e nunca existiu.

Como vimos acima, Sherlock é o protagonista de um romance policial de Conan Doyle, e Enola de Nancy Springer.

Popular

Quem é Millie Bobby Brown?

Millie Bobby Brown é uma atriz e cantora britânica nascida na Espanha Nascida no dia 19 de fevereiro de 2004, em Marbella, localizada na Espanha,...

Confira o resultado da Federal do sábado (4)

O último resultado da Federal saiu no sábado, dia 4 de setembro O resultado da Loteria Federal do Concurso 5564 foi disponibilizado na noite do...

Fomento mercantil: o que é e qual o objetivo

Fomento mercantil é uma prática para pequenas e médias empresas O fomento mercantil ou comercial e como também é conhecido, factoring é um prática de...

Conheça os 9 melhores sites de emprego

Com a internet sites de emprego se tornaram populares entre profissionais sem ocupação. Confira os melhores sites de emprego no Brasil Uma das coisas mais...

Veja mais de 30 marcas que testam em animais

Marcas que testam em animais ganham visibilidade negativa na mídia  Os testes em animais não é algo recente e muitas marcas de cosméticos têm essa...

Caso Evandro vira podcast e série documentário

O caso Evandro aconteceu em abril de 1992 em Guaratuba no Paraná Em 1992, no dia 6 de abril, em Guaratuba, no litoral do Paraná,...

Palmeiras na Libertadores: elimina São Paulo e está na semifinal

Palmeiras na Libertadores continua a ser sinónimo de sucesso. O clube se tornou o primeiro time brasileiro nas semifinais da atual edição...

5 criptomoedas promissoras de 2021

Confira quais as criptomoedas promissoras do ano que valem seu investimento Nos últimos anos, um novo tipo de dinheiro entrou em cena, as chamadas criptomoedas...