Pular para o conteúdo

Campanha federal pretende atrair doadores de sangue no fim de ano

Sangue

Programa vai abrir postos de doações de 25 de novembro até 15 de dezembro

Com a pandemia, o número de doadores reduziu em torno de 20%, mesmo com os hemocentros preparados para receber as doações. Em alguns casos o Ministério da Saúde precisou acionar o Plano Nacional de Contingência do Sangue, para remanejar bolsas de sangue. O dia nacional do doador de sangue foi comemorado nesta quarta-feira (25), mas a campanha durará enquanto as doações não aumentarem.

O Ministério da Saúde reforça ser necessário promover e fortalecer as ações que estimulam a doação voluntária para manutenção dos estoques de sangue.

É importante lembrar que não há um substituto para o sangue, cuja disponibilidade é essencial em diversas situações, atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a Doença Falciforme e a Talassemia, e outras doenças.”, explicou o coordenador de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Rodolfo Duarte.

Saiba mais: Expectativa de vida dos brasileiros aumenta 3 meses e chega a 76 anos, diz estudo

A região com maior taxa de doação por mil habitantes é o Sul, com 19 doadores por mil habitantes, seguidos pelas regiões Centro Oeste (17 doadores), Sudeste (15 doadores), Nordeste (14 doadores), Norte (13 doadores).

Para não haver desabastecimento, o Ministério da Saúde monitora diariamente os estoques de sangues nos hemocentros dos estados. Cada unidade da federação tem informado continuamente a quantidade de bolsas de sangue existentes na rede. A grande preocupação é com a necessidade mais imediata que são justamente dos estados com maior população, portanto, com maior consumo de bolsas de sangue.

Quem pode doar?

No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores (entre 16 e 18 anos) é necessário o consentimento dos responsáveis, e entre 60 e 69 anos a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos.

Saiba mais: São Paulo recebe primeiras 120 mil doses da vacina Coronavac

É preciso também pesar no mínimo 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, não fumar e não estar em jejum. No dia da doação, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

A doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independente de parentesco. Doe Sangue regularmente. Tem sempre alguém precisando de você. Procure o hemocentro mais próximo e seja um doador regular.

Números da doação

Por ano, são realizadas cerca de 3,3 milhões doações de sangue no Brasil. Isso corresponde a taxa de doação de 16 pessoas por mil habitantes. Mesmo que o percentual de 1,6% esteja nos parâmetros recomendados pel OMS, o Ministério da Saúde trabalha constantemente para aumentar esse índice e conscientizando mais pessoas para serem doadores regulares, mantendo assim os estoques de sangue em níveis seguros.

Com relação à periodicidade das doações no Brasil, 40% correspondem às pessoas que doam pela primeira e as doações de repetição, aquelas cujo doador realiza duas ou mais vezes no período de 12 meses, está em torno de 60%.

Do total de doadores de sangue em 2019, 53% são do sexo masculino e 37% são do sexo feminino. Em relação à faixa etária, tivemos 65% de doadores maiores que 29 anos.

Monitoramento

No Brasil, existem 32 hemocentros públicos, sendo, pelo menos um em cada estado, bem como outras instituições que recebem doadores de sangue e ajudam a manter os serviços de saúde abastecidos.

Todos os estabelecimentos estão preparados e organizados em condições para lavagem de mãos, uso de antissépticos e acolhimento que minimizem a exposição e a aglomeração de pessoas. Cuidados com a higienização das áreas, instrumentos e superfícies também têm sido intensificados pelos hemocentros.

Até o momento, não existe nenhum dado científico que demostre a infecção transfusional por coronavírus. De forma preventiva, os hemocentros estão tomando todos os cuidados para minimizar qualquer tipo de risco de transmissão, com triagem clínica dos candidatos e aptidão apenas para os que estão curados há mais de 30 dias.