quarta-feira, julho 6, 2022
HomeEducaçãoBoletim escolar digital na pandemia

Boletim escolar digital na pandemia

O boletim escolar digital foi uma das mudanças provocadas por causa da pandemia que teve início em 2020

Em março de 2020, o mundo se viu em meio a uma pandemia mundial, onde a vida e tudo que ela envolve teve que se modificar. O setor da educação, por exemplo, adquiriu em seu plano aulas online e o boletim escolar digital. 

A cada vez que o Covid-19 avançou, mais os processos de ensino e aprendizado tiveram  que se adaptar. Todas as atividades de gestão escolar passaram por inúmeras mudanças. Algumas sendo mais difíceis que outras. 

Como ensinar e como aprender à distância? E como medir o processo de aprendizado dos alunos em um momento tão delicado? Demorou, mas os professores, estudantes e familiares se adaptaram com essa nova realidade, e prova disso é a criação e implementação do boletim escolar digital.

O que é o boletim escolar digital?

O boletim escolar digital apresenta o mesmo conceito de boletins escolares tradicionais, com apenas uma diferença: sua emissão é online. Mesmo no meio de uma pandemia, a análise de desenvolvimento dos alunos é indispensável, por isso essa transição do físico para o digital foi muito aguardada.

Apesar de sua enorme importância no processo de gestão escolar, o boletim escolar estava à beira da extinção. Há alguns anos, a possibilidade de acabar com a emissão do boletim em papel já era cogitada.

Com a pandemia, essa ideia apenas terminou de se concretizar e assegurar a sua relevância. Além de acabar com o uso do papel, essa mudança também proporcionou mais agilidade e praticidade para a escola, os alunos e seus familiares. 

Desse modo, muitos problemas foram resolvidos, como o uso desnecessário do papel, não ter a necessidade de compartilhar matérias entre outras pessoas e acabar causando contaminação, e amenizando a ansiedade e preocupações de pais e familiares de alunos. 

Boletim escolar digital e a tecnologia

Que a tecnologia só avançou durante toda a pandemia não é novidade nenhuma. Com isso o mercado de TI se expandiu para áreas que antes não habitava, como por exemplo, a área escolar.

Aplicativos e sites surgiram para facilitar o processo de ensino e aprendizado, como é o caso do aplicativo Diário Escolar. A ferramenta tem como finalidade a gestão de processos escolares, incluindo a emissão do boletim escolar digital.

Diário de rotinas, recados, eventos, mural, relatórios pedagógicos, controle de chegadas e saídas, emissão de boletins, controle de inadimplência e emissão de notas fiscais são algumas das funcionalidades do aplicativo Diário Escolar.

Como ficará a educação na pós-pandemia?

Após a pandemia muitos hábitos vão se tornar comuns entre os brasileiros, principalmente no que diz respeito à educação. Profissionais da área já destacaram algumas tendências no ensino depois da pandemia. 

Ensino híbrido

O ensino híbrido consiste em parte das aulas presenciais e outra parte a distância. De acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABEDI), 38% dos participantes preferem o ensino EAD.

A pesquisa entrevistou 5.580 alunos, entre o período de 24 de agosto e 15 de setembro do ano de 2020.

Tecnologia

O uso de algumas tecnologias durante as aulas já estavam sendo aplicadas, mas com a pandemia fatores tecnológicos conquistaram mais espaço. Desse modo, a tendência de utilização de materiais mais técnicos está garantida dentro das escolas.

Empatia

Nunca se falou tanto em empatia como no último ano. No ambiente escolar, o tema entrou com tudo em pauta, e ao que tudo indica não saíra mais. Cada dia que passa é mais comum a preocupação com o outro, com o próximo sente e com o que ele está passando. 

Essa preocupação é visível entre professores e alunos, além de levar em consideração a cultura de cada um.

Popular