terça-feira, março 9, 2021
Home Esportes Brasileiro assume liderança do ranking mundial de mountain bike

Brasileiro assume liderança do ranking mundial de mountain bike

Henrique Avancini é o primeiro do país a assumir liderança da lista

O Brasil lidera o ranking mundial de mountain bike com Henrique Avancini. A lista foi divulgada pela União Ciclística Internacional (UCI) e coloca o brasileiro na frente do suíço Nino Schurter, medalhista de ouro na Olimpíada Rio 2016. Avancini venceu a segunda etapa da Copa do Mundo de mountain bike, realizada em Nové Mesto (República Tcheca).

Hoje realizo uma das metas da minha carreira: ser número 1 do ranking Mundial! Durante anos me perguntei se realmente buscar alguma coisa com tanto afinco valeria a pena. Se insistir em não querer ser só mais um me levaria à algum lugar. Quis chegar ao topo, do meu jeito, acreditando nos meus princípios. Não importa onde, qual ou quando for a corrida, eu vou largar para brigar pela vitória“, celebrou o ciclista em postagem nas redes.

Saiba mais: Os destaques da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

De julho de 2019 até agora, Avancini pontuou em 24 provas contra 18 de Schurter. Na competição do último sábado (10), em Leogang (Áustria), o brasileiro terminou o Mundial da modalidade na 10ª posição.

Vale lembrar que este ranking é classificatório para as Olimpíadas de Tóquio e pela pontuação alcançada por Henrique, ele está praticamente garantido nos jogos olímpicos. O atleta carioca entrará como destaque e como um dos favoritos para conquistar a medalha, que será inédita para o ciclismo brasileiro.

Outros dois brasileiros disputam a outra vaga brasileira, são eles Luiz Henrique Cocuzzi e Guilherme Muller (que ascendeu quatro lugares e está em 56º). Cocuzzi subiu no ranking e ocupa a posição de 51° no Mundial, Já Muller dominou 4 posições e se encontra na 56°, além de ter ficado na 33º posição e Cocuzzi em 36º.

Saiba mais: Flamengo: Após novos exames, jogadores que testaram positivo ficam aptos a jogar

Em 2016, Avancini e o brasileiro Rubens Donizete representaram o país no XCO, com Henrique alcançado a posição de 23º  no fim da prova, e o Rubens em 30º lugar.

Henrique Avancini

Foto: Bartek Wolinski – Red Bull Content Pool/Divulgação

Henrique Avancini, carioca de 31 anos, aprendeu com o pai a paixão pelo ciclismo. Ruy, o pai foi ciclista nos anos 70 e até teve uma oficina de bikes, local em que o Henrique amava ficar. Observando como se consertava bicicletas, o garotinho que iria se tornar fenômeno mundial, ganhou sua primeira bike e aos oito anos de idade, disputou sua primeira competição.

“Não julgo que eu escolhi a bike, mas sim que ela me escolheu. Eu me sinto diferente pedalando, e tem sido assim desde o começo, até hoje”, disse Avancini a Red Bull Content Pool.

Na mountain bike, que é uma modalidade, o fenômeno agora mundial, já vinha fazendo a diferença. É o único ciclista do País a vencer todas as edições do Brasileiro de Mountain Bike XCO, desde a base até a elite. Nos últimos anos, vem obtendo resultados de grande destaque no cenário internacional. Em 2018, ele foi o primeiro brasileiro a ganhar a prova de short track na etapa de Vallnord, em Andorra.

Popular

Início do Brasil nas Eliminatórias superou as expectativas, afirma técnico Tite

Para o técnico da seleção brasileira, Tite, o início da equipe nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar (2022) superou as...

Desfalcados e molhados, Corinthians e Palmeiras não saem do empate

O primeiro Derby Paulistano pela temporada 2021 acabou empatado. Na noite desta quarta-feira (3), debaixo de muita chuva, Corinthians e Palmeiras ficaram no 2...

Em meio à pandemia, atividade econômica cresce no Norte e Centro-Oeste

Mesmo em meio à pandemia de covid-19, que provocou a redução da atividade econômica em todo o país, as regiões Norte e Centro-Oeste registraram...

Estudo revela tamanho da desigualdade de gênero no mercado de trabalho

Levantamento divulgado hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que 54,5% das mulheres com 15 anos ou mais integravam a força de...